Archive for junho, 2013

27 de junho de 2013

A PARÁBOLA DOS TALENTOS

por Fernando "Eagle" de Sousa

Mateus 25:14-30 e Lucas 19:11-27
1 QUEM ERA O HOMEM E QUAL A RAZÃO DA VIAGEM DELE?
1.1 “Certo homem nobre partiu para uma terra remota…” Lucas 19:12a;
1.2 “…a fim de tomar para si um reino e voltar depois. “ Lucas 19:12b.

2 ELE CONFIOU-LHES OS SEUS BENS:
2.1 Ele distribuiu conforme a capacidade de cada um;
2.2 Ele os conhecia, já os havia avaliado;
2.3 Ele havia determinado níveis de confiança, provavelmente baseado em experiências anteriores.

3 AS CARACTERÍSTICAS DE CADA UM DOS SERVOS:
3.1 O primeiro, que recebera cinco talentos (+/- R$ 27.535.750,00) não gostava de perder tempo e sai logo pra negociar:
3.1.1 Intrépido (não tem medo dos riscos);
3.1.2 Ágil, não perde tempo;
3.1.3 Esse cara era bom, acreditava naquilo que fazia de tal forma que seu senhor sabia que no mínimo receberia os cinco talentos de volta, mas ele foi melhor ele superou as expectativas e dobrou o capital inicial, negociar era a arte dele;

3.2 O segundo recebeu dois talentos (+/- R$ 11.014.300,00) parece que não possuía a mesma empolgação do primeiro, mas saiu e com algum esforço (talvez não tivesse a mesma habilidade) e conseguiu dobrar o capital a ele confiado:
3.2.1 Observador, deve ter visto o que o primeiro cara fez e copiou o modelo;
3.2.2 Era esforçado, talvez pra compensar a sua falta de talento, mas corria atrás do prejuízo;
3.2.3 Ele aprendeu que ficar parado não gerava lucro, movimentou-se e talvez tenha se saído melhor do que ele mesmo esperava.

3.3 O terceiro recebeu um talento (+/-R$ 5.507.150,00) apenas, talvez tenha ficado decepcionado com o grau de confiança que o seu senhor depositava nele, o que ele não sabia é que esse grau poderia se multiplicar ou diminuir, conforme a desenvoltura dele para com aquele único talento:

3.3.1 Esse terceiro, poderia ter se comportado como o primeiro, e até igualado os ganhos ao segundo, mas não possuía habilidade, não se esforçou, e pior não possuía senso prático (se tivesse depositado o dinheiro a juros, o rendimento talvez o salvasse);
3.3.2 Optou por organizar outra estratégia, a de adulação e bajulação, própria dos incompetentes e preguiçosos, preferiu enterrar e esconder o que lhe havia sido CONFIADO, dessa forma achava que estava criando uma linha defensiva, mas estava vivendo na mediocridade. (Pacto da mediocridade);
3.3.3 Ele desconhecia totalmente a personalidade do seu senhor, talvez porque nunca tivesse intimidade com o mesmo, ele o via sempre como um ser severo, o que pode ser constatado pelo texto “Eu sabia que o senhor é um homem severo, que colhe onde não plantou e junta onde não semeou”

4 LIÇÕES A SEREM APRENDIDAS
4.1 Ser ágil e intrépido como o primeiro servo;
4.2 Se não houver possibilidade ser esforçado e observador como o segundo servo;
4.3 Jamais em tempo algum ser um preguiçoso e bajulador como o terceiro servo, e procurar conhecer bem o seu senhor para saber de verdade, o que espera de você.

5 SUBSIDIOS PARA COMPREENSÃO
Em 26/06/2013 1g de ouro = 93,50 (Fonte: http://ourohoje.com/ )
Logo: 01Kg = R$ 93.500,00
Então: 01 talento 58,9Kg => R$ 93.500,00 x 58,9 = R$ 5.507.150,00
1º Servo => 05 talentos => R$ 5.507.150,00 x 5 = R$ 27.535.750,00
2º Servo => 02 talentos => R$ 5.507.150,00 x 2 = R$ 11.014.300,00
3º Servo => 01 talentos => R$ 5.507.150,00 x 1 = R$ 5.507.150,00

Talento (do latim: talentum, do grego antigo: τάλαντον, talanton, significando “escala”, “balança”) era uma unidade da antiga Mesopotâmia para grandes quantidades de massa, sendo criada na Suméria, e consolidada por volta do Século XXIII a.C.. Foi usado em toda a Antiguidade com poucas variações de peso: Grécia, Roma, Egito, Israel, Babilônia, Suméria e Acádia. O talento já era usado na mesopotâmia e em Israel, mas foi a partir da introdução do talento na Grécia Antiga e posterior adaptação para o sistema romano, é que essa unidade se disseminou para o mundomediterrâneo.
O talento usado nos tempos do Novo Testamento pesava 58,9 kg (130 lb)3 . Os hebreus chamavam o talento de kikkar.
Para se ter uma ideia da riqueza dos aristocratas romanos, pode-se citar os exemplos dos dotes atribuídos a uma rapariga à altura do seu casamento, que variavam entre 50 a 300 talentos, normalmente de ouro. Júlia Cesaris, a filha de Júlio César, foi dotada com 100 talentos de ouro no seu casamento com Pompeu. Esta quantidade corresponde a cerca de 3,6 toneladas de ouro (~410 milhões de reais ou ~152 milhões de euros em moeda atual). (Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Talento_(moeda) )

Anúncios
15 de junho de 2013

A Caverna de Adulão

por Fernando "Eagle" de Sousa

I Sm 22:1-5

Caverna_AdulaoAdulão: Significa Justiça do povo, refugio, esconderijo; é um complexo de cavernas que fica no vale de Elá, e segundo os arqueólogos e exploradores, existem partes desse complexo de cavernas que ainda não foram exploradas, e certamente caberiam ali todo aquele exercito que se ajuntou a Davi.* Mas poderíamos estar nos perguntando: O que Davi, um valente, o homem que derrotou o gigante Golias, o valente cantado pelas mulheres de Israel em suas musicas (Saul matou a mil e Davi aos Dez milhares), o que esse homem estava fazendo ali naquela caverna?* A caverna de Adulão foi um lugar de tratamento na vida de Davi.* Davi havia vivido um momento de glória, estava bem com o povo, e esse estar de bem com povo, por Ter caído nas graças do povo, por Ter sua unção reconhecida e valorizada pelo povo, Davi despertou ciúmes em Saul , despertou a inveja de Saul, que passou então a persegui-lo. Saul perseguiu a Davi porque ele sabia que o reino seria tirado dele, porque o profeta havia dito a ele que seu reino seria rasgado e tirado de suas mão, e ele então começou a perceber que ele era o rei, mas o ungido não era ele.* Israel passou a viver uma situação interessante, o rei que estava no trono, tinha perdido a sua unção.* O Ungido de Deus não estava no trono, Israel passou a viver uma situação de Ter um Ungido e um ex-ungido. Saul não aceitava essa situação, mas a unção de Deus havia sido tirada de sobre ele, aquele Saul que antes profetizava junto aos profetas e que a bíblia nos fala que o Senhor havia tirado uma porção do seu Espírito de sobre os 70 profetas e colocado sobre ele era coisa do passado.

* Queridos: a unção pode ser retirado de nós se não obedecermos à vontade do senhor, se não fizermos aquilo para o qual nos capacitou, se não nos dermos com amor e responsabilidade para o seu reino, a unção pode ser retirada de sobre nos.
* É isso mesmo que você esta ouvindo: A UNÇÃO SE PERDE. Foi o que aconteceu com Saul, ele perdeu a unção do Espírito de Deus em sua vida.

* O que é unção? Unção é uma capacitação especial que o Senhor nos dá para realizarmos a sua obra.

* Perde-se a unção e fica somente o azeite sobre os cabelos. Tem muita gente vivendo somente de sua força e do azeite que ainda pensa estar sobre sua cabeça, mas a unção de Deus se foi há muito tempo.

* Davi estava ali naquela caverna por causa da perseguição do ex-ungido Saul, e ali foi um lugar de tratamento de Deus na vida de Davi.

O QUE ADULÃO PODE SIGNIFICAR PARA NÓS?

1) Adulão é um lugar de significado profético: I Samuel 22:01 –“ Davi retirou-se dali e se refugiou na caverna de Adulão; quando ouviram isso seus irmãos e toda a casa de seu pai, desceram ali para Ter com ele.”

* A palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, nos conta que os irmãos de Davi não criam nele, não o valorizavam, tanto é que por ocasião da guerra com os filisteus, quando Golias desafiava ao povo de Israel, Davi chegando ao campo de batalha foi destratado por seus irmãos que o chamaram de michiriqueiro, curioso, intrometido, metido a besta, e agora estavam ali buscando refugio junto a Davi em Adulão.

* Davi aqui é como uma figura de Jesus, seus irmãos não criam nele, escarneciam dele no começo de seu ministério, conforme vemos em João 07:3-5 “Dirigiram-se pois, a ele os seus irmãos e lhe disseram: Deixa esse lugar e vai para a Judéia, para que também os seus discípulos vejam as obras que fazes. Porque ninguém há que procure ser conhecido em publico e, contudo, realize os seus feitos em oculto. Se fazes essas coisas, manifesta-te ao mundo. Pois nem mesmo seus irmão criam Nele.”

* A Palavra de Deus nos relata que depois de um tempo os irmãos de Jesus, os filhos de Maria, creram nele e buscaram nele refugio, tanto que Tiago, irmão de Jesus, se tornou Pastor da Igreja de Jerusalém e nos deixou como legado a epistola de Tiago. Os irmãos de Jesus são os filhos de Israel, e isso é profético, pois Israel nos tempos da tribulação buscara refugio no Senhor.

2) Adulão é lugar de sair da superficialidade e buscar profundidade insondável.* Na caverna de Adulão, existem lugares profundos ainda não sondados, lugares onde não se conseguia medir a profundidade. Mas Davi conhecia em profundidade ao Senhor, ele conhecia o Bom Pastor (Salmo 23) aquele que o havia livrado do Urso e do Leão, aquele que havia entregue o gigante e todos os filisteus em suas mãos.* Davi conhecia ao Senhor, e seu conhecimento não era superficial. Precisamos entrar em Adulão para conhecermos ao Senhor com intimidade.3) Adulão é lugar de transformar a humilhação em honra.Quem foram os homens que procuraram a Davi: (Vers.02) “Ajuntaram-se a ele todos os homens que se achavam em aperto, e todo homem endividado, e todos os amargurados de espírito, e ele se fez chefe deles; e eram com ele uns quatrocentos homens.”* Ali estava um Rei ungido, refugiado numa caverna, e só veio ao seu encontro, só veio estar com ele aqueles que realmente precisavam dele.

* Os filhos de Coré ouviram muitas vezes, conforme nos relatam no salmo 42: “1 Como o cervo anseia pelas correntes das águas, assim a minha alma anseia por ti, ó Deus! 2 A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e verei a face de Deus?3 As minhas lágrimas têm sido o meu alimento de dia e de noite, porquanto se me diz constantemente: Onde está o teu Deus?4 Dentro de mim derramo a minha alma ao lembrar-me de como eu ia com a multidão, guiando-a em procissão à casa de Deus, com brados de júbilo e louvor, uma multidão que festejava.5 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei pela salvação que há na sua presença.6 Ó Deus meu, dentro de mim a minha alma está abatida; porquanto me lembrarei de ti desde a terra do Jordão, e desde o Hermom, desde o monte Mizar.7 Um abismo chama outro abismo ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e vagas têm passado sobre mim.8 Contudo, de dia o Senhor ordena a sua bondade, e de noite a sua canção está comigo, uma oração ao Deus da minha vida.9 A Deus, a minha rocha, digo: Por que te esqueceste de mim? por que ando em pranto por causa da opressão do inimigo?10 Como com ferida mortal nos meus ossos me afrontam os meus adversários, dizendo-me continuamente: Onde está o teu Deus?11 Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele que é o meu socorro, e o meu Deus.”

* Hoje você pode estar na mesma situação de Davi, quando as pessoas que o rodeiam te perguntam: “Onde está o teu Deus?”

* O Senhor livrou Davi das mãos de Saul e muitos daqueles endividados, daqueles apertados, amargurados de espírito se tornaram em heróis em Israel, porque o Nosso Deus é um Deus que exalta ao humilde e abate ao soberbo.

* Adulão é o lugar que aceita os perseguidos e injustiçados e os redime, os transforma, e os torna gente.

4) Adulão é lugar de troca de liderança e governo.

* Aqueles 400 homens, antes serviam a Saul, mas não encontraram nele unção, não encontraram nele refrigério, não encontraram nele um sacerdote que os apascentasse diante do Pai, foram rejeitados por todos, mas encontraram refrigério e abrigo em Adulão. Davi recebeu a todos.

* O senhor Jesus, assim como Davi em Adulão diz para você nessa noite: “Vinde a mim todos vós que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei”. Eu vos receberei.

* Aqueles homens que antes serviam a Saul, agora serviam a Davi, Trocaram o governo de suas Vidas.

* Hoje também, é o tempo de você mudar o Governo e a orientação de sua vida.

* A religião não salva e nem justifica ninguém, mas Jesus sim. Ele, Jesus é a nossa Adulão, Ele é o nosso refugio seguro, Ele é a rocha de nossa salvação. Refugia Nele agora.

* Você esta amargurado, apertado, perseguido, endividado, doente etc. Jesus é a nossa caverna de Adulão, Corramos para Ele agora. Que Ele nos Abençoe.

6 de junho de 2013

Creia em Jesus em meio à tempestade

por Fernando "Eagle" de Sousa

Cristo_resgata_PedroPedro era como eu e você, acostumado a confiar no que via e sentia mas agora diante de Jesus que andava sobre as águas, ele queria experimentar o milagre também. Entretanto ele mesmo tendo começado a andar sobre as águas, logo ao primeiro sinal de ventos fortes sente medo, normal pra humanos como eu e você, e começa a afundar, aí Jesus vem e o resgata e coloca no barco novamente. Não recrimines a Pedro, quantas vezes eu e você já não começamos a andar sobre o mar da tribulação, olhando fixamente pra Jesus e as coisas vão indo bem, porém os ventos da adversidade aumentando a intensidade nos desvia a atenção e começamos a afundar? Olhe para Jesus, o autor e consumador da nossa fé! Não confiemos apenas naquilo que vemos ou sentimos, mas sejamos crentes naquele que nos resgatou e que é fiel não apenas a nós mas à sua palavra!
Creia mesmo que não esteja sentindo nada, pois nossa fé não se baseia em nossa visão daquilo que é material ou sentimentos e sim na certeza das coisas que se esperam no Senhor (Hebreus 11.1). Fiquem com Deus e tenham um dia abençoado. Força e honra a todos! 😉

“Logo depois, Jesus ordenou aos discípulos que subissem no barco e fossem na frente para o lado oeste do lago, enquanto ele mandava o povo embora. Depois de mandar o povo embora, Jesus subiu um monte a fim de orar sozinho. Quando chegou a noite, ele estava ali, sozinho. Naquele momento o barco já estava no meio do lago. E as ondas batiam com força no barco porque o vento soprava contra ele. Já de madrugada, entre as três e as seis horas, Jesus foi até lá, andando em cima da água. Quando os discípulos viram Jesus andando em cima da água, ficaram apavorados e exclamaram: — É um fantasma! E gritaram de medo. Nesse instante Jesus disse: — Coragem! Sou eu! Não tenham medo! Então Pedro disse: — Se é o senhor mesmo, mande que eu vá andando em cima da água até onde o senhor está. — Venha! — respondeu Jesus. Pedro saiu do barco e começou a andar em cima da água, em direção a Jesus. Porém, quando sentiu a força do vento, ficou com medo e começou a afundar. Então gritou: — Socorro, Senhor! Imediatamente Jesus estendeu a mão, segurou Pedro e disse: — Como é pequena a sua fé! Por que você duvidou? Então os dois subiram no barco, e o vento se acalmou. E os discípulos adoraram Jesus, dizendo: — De fato, o senhor é o Filho de Deus!” (Mateus 14:22-33)

Tags: , ,