Archive for setembro, 2011

21 de setembro de 2011

Reflexões da primavera.

por Fernando "Eagle" de Sousa

Porque eis que passou o inverno; a chuva cessou, e se foi; Aparecem as flores na terra, o tempo de cantar chega … em nossa terra.
Cânticos 2:11-12

Vendo a primavera passar, e as arvores a florescer e encher nossa cidade de cores e perfumes, sinto nisto uma mensagem de alegria que Deus encaminhou à terra pra nos lembrar que após um período de nuvens pesadas e das chuvas, vem a estação das flores, da alegria e do cântico. Na verdade creio que o Todo Poderoso sempre seja a fonte de toda alegria e felicidade e que utilize destas formas para externar seu bom humor ;-). 

 A Bíblia Sagrada, fonte de toda sabedoria divinamente inspirada (2 Carta a Timóteo 3:16), nos diz que “Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.” (Salmo 19.1), donde depreendemos que tudo o que vemos na natureza, de certa forma é a declaração da maravilhosa soberania daquele que tudo fez e por quem tudo foi feito, e “sem ele nada do que foi feito se fez” (João 1:3). Então porque não dizer que as flores que vemos, os perfumes que sentimos, e a alegria exalada no ar que permeia os corações dos apaixonados e renova as forças dos anciões, que brilha nos raios do sol e nos cinge de forças para caminharmos mais adiante, a vencermos nossos medos e avançarmos “para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Filipenses 3.14). Isso tudo é fruto da maravilhosa graça e do externar da alegria de Deus! 🙂

A palavra fala de um tempo como esse, a “nossa primavera” onde a tristeza será substituída pela alegria, o pranto por gozo e a vergonha pelo orgulho e louvor, tal qual os Israelitas quando saíram do cativeiro babilônico (aprox. 537a.C.) “Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o SENHOR a estes. (Salmos 126.2). Nós sairemos de nosso “inverno” e iremos para a nossa primavera, e apreciaremos nossas flores e a alegria. E quando será isso? Quando chegará esse tempo? A palavra do Senhor fala que o tempo é agora! Há mais de dois mil anos um homem chamado João Batista apareceu no deserto da Judeia falando em alto e bom tom para quem quisesse ouvir: ” O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho.” (Marcos 1:15) No original em grego ele diz: O reino de Deus está aqui (καὶ λέγων ὅτι Πεπλήρωται ὁ καιρὸς καὶ ἤγγικεν ἡ βασιλεία τοῦ θεοῦ μετανοεῖτε καὶ πιστεύετε ἐν τῷ εὐαγγελίῳ), à mão (“is at hand” na versão do Rei Thiago – KJV), ou seja o “reino” está aqui entre nós, ele veio quando Jesus Cristo veio à essa terra e se manifesta através de nós quando o aceitamos como único e suficiente salvador “A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo.“(Romanos 10:9). Amigo a primavera de Cristo já chegou, os ventos do Espírito Santo já estão soprando, e propagando sua alegria a todos aqueles que podem sentir, flores de alegria e contentamento estão se abrindo nas vidas daqueles que podem ver essas verdades, e o Sol da Justiça (Malaquias 4:12) nascerá nas vidas daqueles que se dispuserem a viver por essas verdades.

Uma boa primavera a todos, e que os ventos do Espírito Santo continuem soprando sobre suas vidas! 😉

20 de setembro de 2011

Qual a nossa missão nesse mundo?

por Fernando "Eagle" de Sousa

Nos dias os quais vivemos, ou sobrevivemos como diriam alguns, somos compelidos a cumprir uma série de tarefas, tomarmos decisões e nos acercarmos de tantos conhecimentos quanto nos forem necessários ou injetados. Face a tudo isso, surgem os questionamentos existenciais naturais de cada ser humano, e como diria uma amiga minha, é isso que nos torna humanos 😉.

Um desses questionamentos, que ecoa e perturba a consciência de todos aqueles que de uma forma ou de outra, compreendem que não vieram nesse mundo a passeio é: Qual a nossa missão nesse mundo? E a derivação de tal questionamento indiscutivelmente passa por: Qual o meu papel enquanto pessoa nesse planeta? Será que podemos comer e beber e nos deslocar até nossas casas de forma totalmente mecânica sem sequer raciocinar sobre o quanto afeta diariamente nossas decisões e/ou omissões numa fração de segundos?

À luz da palavra de Deus e falando a pessoas que expressamente estão interessadas em saber qual é a “boa, agradável, e perfeita vontade de Deus” (Carta aos Romanos 12:2 – ACR*), me coloco diante de vocês para compartilhar aquilo que Deus através do seu Santo Espírito tem colocado em meu coração a respeito disso, e como tal, gostaria de informá-los que descubro a cada dia o quão distante encontro-me da vontade divina. Mas tomando como exemplo o apóstolo Paulo (lat. Paulus) “esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim…“(Carta aos Filipenses 3.13 – ACR*) prossigo e persigo a cada dia entender o propósito pelo qual fomos colocados nesse planeta chamado terra.

Deixemos claro logo de início, que não creio em predestinação bem como em teorias evolucionístas, creio que Deus em sua infinita graça criou o homem no jardim do Éden, conforme a bíblia sagrada o diz no capítulo 1º do primeiro livro da bíblia, a saber: “E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.” (Gênesis 1:26-ACR*). Aqui Deus deixa claro qual era a missão original do homem nesse planeta quando foi criado por Ele, dessa forma, sem mais rodeios inferimos que: Primeiro o homem sendo criado à imagem e conforme a semelhança do Todo Poderoso (aqui alguns talvez torçam o nariz, mas aceitem pois é um fato :-)). O homem foi criado parecido com o seu criador, não criamos hoje em dia ciborgues que se parecem com humanos? Segundo, tinha como missão dominar (lat. dominus=Ter autoridade, e não ser o dono), deveria ter autoridade sobre o resto da criação como um legítimo administrador, um gerente das coisas de Deus neste mundo.

Agora façamos uma analogia sobre os fatos até aqui elencados, quais os negócios de Deus nesse mundo nos dias atuais? A bíblia diz que o Senhor, logo após a tentação e queda do homem no jardim do Éden (localização geográfica desconhecida) se fez revelar de diversas formas, conforme o texto “Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho…” (Carta aos Hebreus 1:1 – ACR*), até que através de Jesus Cristo, de forma direta e clara “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo bem, e curando a todos…” (Atos 16.38 – ARC*) nos faz saber qual é a missão que esse Deus tão maravilhoso espera de nós. O negócio de Deus atualmente é pregar as Boas Novas de salvação “E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” (Marcos 16:15 – ACR*). É apoiar as pessoas nas suas necessidades, é fazer o bem, sim o bem sem olhar a quem, e por que fazermos isso? Porque é essa a nossa missão nesse planeta. Não viemos aqui pra obter riquezas, bens materiais (faço aqui uma pausa pra dizer que Deus não é contra o dinheiro e adquirir bens honestamente), bem como adquirir conhecimento e estocá-lo, ou nos destacarmos com títulos de mestres e doutores (embora seja salutar o estudo e o desenvolvimento da ciência) :-).

Por que estou escrevendo sobre isso? Porque que vejo que as pessoas não estão administrando aquilo que Deus colocou em suas mãos como na parábola dos talentos (Ler Mateus 25.14-30 – ACR*). A missão que temos é essa, e está clara como a água. Veja o que Deus colocou em suas mãos, sinta o que o Espírito Santo está soprando em seus ouvidos conforme João 3.8 e aja. Não deixe que a vida moderna o desvie do seu objetivo. Cumpra a sua missão! ;-). Veja ao seu redor, existem pessoas precisando da sua atuação de forma a administrar aquilo que Deus tem colocado no seu coração, enquanto faz isso a alegria da vida fluirá dentro de você pois estará retornando ao plano original que Deus havia traçado para a sua vida. As consequências de não seguir o plano original do criador são externadas de forma gritante, pessoas se tornando endurecidas, anuviadas, tristes e frustradas que buscam realização e paz em coisas passageiras e terrenas, de forma que sempre estão buscando e correndo atrás de algo que nem elas sabem, e pasmem, nunca acharão. Mas todos aqueles que se colocam como sal luz (Mateus 5.13 e 14 – ACR*) obedecendo ao chamado do Espírito Santo para ser uma bênção nas vidas de muitos, esses sempre estarão cheios de alegria e exultação, e sabedores que são de que o supremo criador de todas coisas a seu tempo os recompensará.

Amigo, o vento do Espírito Santo está soprando…você pode sentir? 😉

*ACR (Tradução de João Ferreira de Almeida, corrigida e revista)

15 de setembro de 2011

Da margem a águas profundas « A essa pedra, que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular … (Sl118:22)

por Fernando "Eagle" de Sousa

Da margem a águas profundas « A essa pedra, que os construtores rejeitaram, essa veio a ser a principal pedra, angular … (Sl118:22).